Publicações

Ser síndico é um desafio que poucos têm coragem de assumir

img-post

Ser síndico é um desafio que poucos têm coragem de assumir

Assumir a função de síndico não é uma tarefa fácil, pois ao representar os interesses da coletividade acaba afetando seus compromissos pessoais e familiares. É comum as tarefas reduzirem seu tempo de lazer e até de trabalho, sendo que geralmente não é um especialista em gestão condominial de edifício ou de um loteamento fechado. É fundamental que o síndico tenha uma assessoria jurídica e contábil apta a lhe prestar orientações, uma vez que nos últimos vinte anos os governos federal e municipal criaram diversas obrigações que exigem conhecimento técnico para evitar que o condomínio tenha problemas.

 

Esse artigo foi publicado no Jornal do Síndico.

 

Kênio de Souza Pereira

Advogado e Presidente da Comissão de Direito Imobiliário da OAB-MG

Vice-presidente da Comissão Especial de Direito Imobiliário da OAB Federal

Diretor da Caixa Imobiliária Netimóveis

kenio@keniopereiraadvogados.com.br 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar