Publicações

Vizinho amigo e a convivência tranquila

Vizinho amigo e a convivência tranquila

Viva melhor com o vizinho ao fazer dele um amigo

Um vizinho amigo melhora nossa convivência. Um dos fatores que motivam as pessoas a permanecerem no mesmo local é a grande satisfação que têm ao encontrar com seus vizinhos, pois a paz não tem preço. No dia a dia temos que suportar o trânsito, a falta de educação dos motoristas e dos atendentes, os aborrecimentos decorrentes da falta de compromissos das pessoas e outros problemas. Mas, ao chegar no lar, desejamos mais do que tudo, tranquilidade, segurança e harmonia. Devemos fazer de tudo para termos alegria ao encontrar com nossos vizinhos, pois na hora do aperto, podem ser melhores que muitos parentes.

Inúmeras são as pessoas que deixam de mudar para edifícios mais modernos, pois têm receio do desconhecido, já que há condomínios que a assembleia parece a uma arena de guerra. Ter amigos é um tesouro e ninguém quer perder isso, especialmente onde moramos.

Fazer amigos melhora nossa vida

O médico Telmo Diniz escreveu o artigo “Faça amigos”, que passo a reproduzir: “Diversos estudos em todo o mundo têm indicado que ter amigos não apenas melhora a qualidade de vida como de fato podem fazer com que você viva mais e melhor. Ter amigos é uma arma que pode ajudar a combater doenças como a ansiedade e a depressão, além de reduzir o ritmo do envelhecimento precoce.” Um estudo da Universidade Oxford apontou que os homens que saem ao menos duas vezes por semana acompanhados por uns quatro amigos, são mais saudáveis e generosos. E que eles ainda se recuperam mais rápido das doenças. “Outro estudo conduzido na Austrália, durante dez anos, concluiu que pessoas mais idosas com um amplo círculo de amigos tinham 22% menos chance de morrer durante o estudo em comparação com indivíduos com poucos amigos”.

Valorize seu condomínio, pratique gentileza

Pesquisas comprovam ser importante interagirmos com outras pessoas, pois isso melhora a nossa sensação de bem estar. Devemos fazer tudo para ajudar o vizinho, facilitar a vida do seu semelhante, seja ao não sujar e não prender o elevador, ao deixar de fazer barulho e ao estacionar o automóvel de forma a facilitar o acesso dos outros. O egocêntrico e o egoísta cultivam o isolamento e a angústia, pois têm visão limitada dos bons sentimentos.

Colocar-se no lugar do outro é fundamental para termos relações saudáveis, duradouras e respeitosas. Antes de reclamar, sugira uma solução e ajude a implantá-la, pois assim evitará estresse e criará um clima de colaboração.

Quer viver mais e melhor, seja sábio, pois o artigo cita: “Em um estudo que durou seis anos com mais de 700 suecos de meia-idade, ficou comprovado que a falta de amizade é tão perigosa quanto fumar, quando se trata de riscos de sofre um ataque cardíaco. Pessoas com menos amigos têm quase o dobro de chance de morrer de doenças do coração e são duas vezes mais propensas a contrair gripes e resfriados”.

Kênio de Souza Pereira
Diretor da Caixa Imobiliária Netimóveis
Presidente da Comissão de Direito Imobiliário da OAB-MG
Conselheiro da Câmara do Mercado Imobiliário e do Secovi-MG
keniopereira@caixaimobiliaria.com.br – (31) 2616-7008.

Compartilhar